Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.espm.br/handle/tede/391
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Girlboss : comunicação e consumo de subjetividade em um ideário neoliberal da mulher empreendedora de si
Other Titles: Girlboss : communication and consumption of subjectivity in a neoliberal ideology of the self-entrepreneur woman
???metadata.dc.creator???: Veras, Vívian Layane de Araújo Barroso 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Castro, Gisela Grangeiro da Silva
???metadata.dc.contributor.referee1???: Casadei, Eliza Bachega
???metadata.dc.contributor.referee2???: Castellano, Mayka
???metadata.dc.description.resumo???: Esta dissertação tematiza as relações entre comunicação, consumo e a produção de subjetividades em um ideal empresarial de si. Propomos uma reflexão crítica sobre a constituição do ideário neoliberal da mulher empreendedora de si a partir das convocações realizadas por Sophia Amoruso para o consumo de um “modelo” específico de subjetividade - a Girlboss. Apreendida enquanto processo comunicacional no contexto neoliberal, a cultura empreendedora contemporânea apresenta seus agentes como modelos paradigmáticos do nosso tempo que têm suas narrativas de vida publicizadas em dispositivos que convocam para o consumo de discursos que visam à modulação das subjetividades e dos afetos, em um ideal empresarial de si. Como problema de pesquisa, elencamos a seguinte questão: como as propostas de modulação de subjetividades que estão postas nos discursos e narrativas de Sophia Amoruso, enquanto coach que constrói um universo simbólico em que são propostos processos de produção e consumo de modos de ser, contribuem para a constituição, caracterização e promoção do ideário neoliberal da mulher empreendedora de si? Temos como objetivo geral da pesquisa analisar os processos de produção de discursos, narrativas e lógicas comunicacionais do nosso objeto de pesquisa, suas convocações, o contexto em que estão inseridos, de onde partem e que imaginário de mulher constroem. Realizamos uma pesquisa qualitativa e documental de onde partimos para a análise crítica do material, à luz do referencial teórico. Identificamos e refletimos sobre os modos de controle, condução e segregação, neste modelo específico, e a forma de existência apresentada, ou seja, como sujeito unicamente responsável por uma “vida incrível”, compreendendo a sua vida como o seu maior empreendimento. Concluímos que os discursos de Sophia Amoruso propõem um modelo de subjetividade que está moldado, simultaneamente, aos ideais tradicionais de papéis do gênero feminino e às demandas produtivistas do capitalismo neoliberal
Abstract: This dissertation has as main theme the relations between communication, consumption and the production of subjectivity of the self as an ideal business. We proposed a critical reflection about the constitution of the neoliberal ideology of the woman as the self entrepreneur from the invitations made by Sophia Amoruso for the consumption of a specific “model" of subjectivity - the Girlboss. Perceived while communication process in the neoliberal context , the entrepreneurial culture presents its agents as paradigmatic models of our time that has its advertised life narratives in devices that summon to the consumption of speeches that aim to the modulation of subjectivities and of the affections of the self as an ideal business. As a research problem we listed the following question: How the purposes of modulation of subjectivities that are put in the speeches and narratives by Sophia Amoruso, as a coach that builds a symbolic universe in which are proposed processes of production and consumption of ways of being, contribute to the constitution, characterization and development of the neoliberal ideology of woman as the self-entrepreneur? We have as a general objective of this research to analyze the processes of the speech production, narratives and logics of communication of our object of study, its convocations, the context in which are inserted, from where started and which woman's imaginary is built. We conducted a documentary and qualitative research from where started to a critical analysis of the material in the light of the theoretical framework. We identify and reflect about the ways of control, conduction and segregation in this specific model and the way of existence presented, in other words, as subject who is the only responsible for an "incredible life" understanding its life as the greatest project. We conclude that Sophia Amoruso's speeches propose a model of subjectivity that is molded simultaneously to the traditional values of female gender roles and the productivist demands of the neoliberal capitalism.
Keywords: comunicação e consumo; subjetividade; ideal empresarial de si; cultura empreendedora; Girlboss
communication and consumption; subjectivity; the self as an ideal business; entrepreneurial culture; Girlboss
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
???metadata.dc.language???: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Escola Superior de Propaganda e Marketing
???metadata.dc.publisher.initials???: ESPM
???metadata.dc.publisher.department???: ESPM::Pós-Graduação Stricto Sensu
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Mestrado em Comunicação e Práticas de Consumo
Citation: Veras, Vívian Layane de Araújo Barroso. Girlboss : comunicação e consumo de subjetividade em um ideário neoliberal da mulher empreendedora de si. 2019. [133 f.]. Dissertação ( Programa de Mestrado em Comunicação e Práticas de Consumo) - Escola Superior de Propaganda e Marketing, [São Paulo] .
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede2.espm.br/handle/tede/391
Issue Date: 21-Mar-2019
Appears in Collections:Dissertações - PPGCOM

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VIVIAN LAYANE DE A. BARROSO VERAS.pdfGirlboss : comunicação e consumo de subjetividade em um ideário neoliberal da mulher empreendedora de si2.85 MBAdobe PDFThumbnail

View/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.