Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.espm.br/handle/tede/518
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: O deficiente visual como turista: motivações, facilitadores e inibidores na escolha de destinos turísticos
Other Titles: The visually impaired as a tourist: motivations, facilitators and inhibitors in choosing tourist destinations
???metadata.dc.creator???: Delmanto, Aline 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Strehlau, Vivian Iara
???metadata.dc.contributor.referee1???: Ponchio, Mateus Canniatti
???metadata.dc.contributor.referee2???: Rejowski, Mirian
???metadata.dc.description.resumo???: Atividades ligadas a lazer e turismo vêm ganhando importância no mundo contemporâneo, sendo realizadas por indivíduos de diferentes perfis e necessidades, o que inclui pessoas com deficiência, em especial deficientes visuais. Por isso, deve-se partir do pressuposto de que viajar é proporcionar qualidade de vida e todo cidadão tem direito de acesso a produtos, serviços e destinos que atendam a suas demandas específicas. Para isso, é necessário conhecer os fatores que influenciam a escolha e o processo de compra desse público específico, tornando possível o desenvolvimento de opções de consumo adequadas. Assim, este trabalho objetiva: entender se a existência de serviços e atrativos turísticos adaptados são determinantes na escolha do destino turístico pelos deficientes visuais que viajam a lazer; identificar se existe hierarquia entre os fatores que determinam a escolha de um destino turístico específico; perceber diferenças de comportamento entre os deficientes visuais que perderam a visão ao longo da vida, aqueles que nunca foram videntes e os que apresentam baixa visão, respondendo ao seguinte problema de pesquisa: quais fatores influenciam a escolha do destino de viagem do deficiente visual quando está a lazer? Realizou-se uma pesquisa qualitativa exploratória, de caráter pós-positivista, com entrevistas em profundidade. Foram consideradas para análise 15 entrevistas, feitas entre junho e julho de 2019. Os entrevistados foram escolhidos em uma amostra não-probabilística por juris e por bola de neve. Para compreensão dos dados colhidos, optou-se pela análise de conteúdo, com o auxílio do Atlas TI, que funcionou como instrumento de suporte, auxiliando na criação de categorias, codificação, controle, filtragem e busca de resultados. Concluiu-se que o estágio de aceitação da deficiência e a forma como o indivíduo está disposto a enfrentar as barreiras impostas pelo consumo turístico determinarão os fatores influenciadores da escolha do destino. Há diferença comportamental nos grupos estudados, embora se perceba semelhança de comportamento entre os deficientes congênitos e as pessoas com deficiência adquirida. O grupo com maior diferenciação é o dos indivíduos com baixa visão, mais difícil de ser caracterizado, em função dos diferentes tipos e graus de incapacidade. Identificou-se, também, a necessidade de se analisarem separadamente os deficientes visuais que possuem cão-guia, por estes serem influenciadores diretos do processo de decisão. De forma geral, a acessibilidade não é o fator determinante na escolha do destino, mas funciona como um complemento que melhora a experiência vivida.
Abstract: Activities connected to tourism have been gaining importance in the contemporary world. Individuals with different profile and needs have been enjoying it, including people with disabilities as the visually impaired. Presuming that traveling means providing life quality, every single citizen must have the right to products, services and destinations meeting their specific demands. Therefore, it becomes a necessity to understand motivating choice factors and purchases processes of a certain public proving them with the right options. Thus, this project objectives are to understand if the existence of accessible touristic services are determining in destination choice for the visually impaired leisure travelling; to identify if there is a hierarchy among choice factors for tourist destinations; to identify behavioural differences among the visually impaired who lost their sight along their lives, the severe visually impaired or childhood blindness and those with sight loss by answering the following research questioning: What factors influence destination choice for someone visually impaired when leisure travelling? An exploratory qualitative research, of post-positivist nature, with in-depth interviews, was conducted. We considered 15 interviews for analysis, conducted between June and July 2019. The interviewees were chosen in a nonprobability expert and snowballing sampling. To understand the data gathered, they chose to analyze the content assisted by Atlas ti, which worked as a support instrument, helping create categories, codify, control, filter and search results. They concluded that the stage of acceptance of the disability and the way that the individual is willing to face the barriers that the tourist consumption brings will determine the factors that influence the choice of the destination. There is difference of behavior in the groups studied, although it is possible to perceive a similarity of behavior among the people with congenital disability and the people with acquired disability. The more differentiated group is the group of individuals with low vision, more difficult to be characterized due to the different types and degrees of disability. They also identified the need to analyze separately the individuals with visual disability who have service dogs, since they have direct influence on the decision-making process. In general, the accessibility is not the determining factor in the choice. It works as a complement that improves the experience lived.
Keywords: comportamento do consumidor; escolha de destino turístico; deficiente visual; turismo
consumer behaviour; choice of tourist destination; visually impaired; tourism
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
???metadata.dc.language???: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Escola Superior de Propaganda e Marketing
???metadata.dc.publisher.initials???: ESPM
???metadata.dc.publisher.department???: ESPM::Pós-Graduação Stricto Sensu
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Mestrado Profissional em Comportamento do Consumidor
Citation: Delmanto, Aline. O deficiente visual como turista: motivações, facilitadores e inibidores na escolha de destinos turísticos. 2020. [165 f.]. Dissertação ( Programa de Mestrado Profissional em Comportamento do Consumidor) - Escola Superior de Propaganda e Marketing, [São Paulo] .
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede2.espm.br/handle/tede/518
Issue Date: 19-Jun-2020
Appears in Collections:Dissertações - MPCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
382799.pdf2.77 MBAdobe PDFThumbnail

View/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.